Loading...
Tribulus Terrestris: melhora da função sexual e fertilidade
26maio

Tribulus Terrestris: melhora da função sexual e fertilidade

Tribulus terrestris é uma erva conhecida por sua aplicação na medicina popular em muitas partes do mundo. São encontradas nesta planta substâncias como saponinas, flavonóides, alcaloides e lignanamidas. Muitos estudos são realizados a fim de descobrir as funções dessa erva e a real eficácia no organismo. ¹

Em 2016, Ghanbar et.al, confirmou que o extrato hidrotrófico de T. terrestris, aumenta o nível sérico de testosterona, melhorando os parâmetros dos espermatozóides e estimulando o retorno dos mesmos aos túbulos seminíferos para desenvolvimento com diâmetro normal. ² Também em 2016, Yin et.al, realizaram um tratamento em ratos com saponinas Tribulus terrestris (TT) e viram que aumentou dramaticamente o nível sérico de testosterona em ratos com excesso de treinamento. Além disso, as saponinas TT resultaram num aumento ainda mais significativo dos receptores androgênicos no músculo gastrocnêmio, aumentando o desempenho, a massa muscular do mesmo e a corporal. ³

Algumas suplementações são com extrato seco de Tribulus terrestris padronizado em protodioscina, saponina responsável por estimular a liberação de óxido nítrico no tecido dos corpos cavernosos) e elevar os níveis de dehidroepiandrosterona (DHEA),  simulando a enzima 5-α-redutase, a qual converte a testosterona na sua forma ativa dehidrotestosterona (DHT). O DHT possui um importante papel na formação das células sanguíneas, no desenvolvimento muscular e na espermatogênese (estimula as células germinativas e de Sertoli, aumentando o número de espermatogônias, espermatócitos e espermátides sem alterar o diâmetro dos túbulos seminíferos, resultando no aumento na produção de espermatozoides). A protodioscina regula o balanço hormonal do organismo sem interferir nos mecanismos fisiológicos de regulação hormonal.

No geral, Tribulus terrestris e suas frações ativas é um importante regulador hormonal e estimulador da  espermatogênese. Sendo suas principais funções:

  • Melhora da função sexual.
  • Aumento da fertilidade.
  • Aumento significativo nos níveis séricos de DHEA nos pacientes com disfunção erétil.
  • Elevação de testosterona e diidrotestosterona.
  • Aumento de espermatozoides/mL de volume ejaculado, elevação da porcentagem de espermatozóides móveis e a sobrevivência por mais tempo.

É muito importante se informar mais e procurar um profissional nutricionista atualizado e habilitado para fazer um acompanhamento dietético e suplementar individualmente.





Deixe um comentário

Encontre um consultório perto de você e agende agora mesmo uma consulta

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter com novidades sobre nutrição!