Loading...
Saiba tudo sobre os suplementos de proteína vegetal
16jul

Saiba tudo sobre os suplementos de proteína vegetal

A suplementação de proteína tem sido extensamente popularizada entre esportistas no pós-treino, além de regimes de emagrecimento e no auxílio de ingestão protéica para idosos. A forma de suplemento mais popular e difundida entre esportistas é o Whey Protein, composto por proteínas do soro do leite, porém este é sempre uma dúvida para aqueles com intolerância à lactose ou mesmo veganos. Felizmente há outras alternativas de suplemento que podem ser tão eficazes quanto o popular Whey.

Atualmente é possível encontrar uma boa variedade de suplementação protéica de origem vegetal de alto valor biológico, fator este que determina o quanto de proteína que é aproveitado pelo corpo de fato. Uma das origens mais bem consumidas é a ervilha.

Rica em aminoácidos essenciais, a proteína extraída da ervilha mantém os valores nutricionais elevados e excelentes propriedades funcionais. Sem glúten e lactose, a proteína de ervilha é muito bem tolerada pela maioria das pessoas e seu alinhamento de aminoácidos é muito próximo ao ideal recomendado pela Organização de Alimentos e Agricultura e a Organização Mundial de Saúde. Ela contém mais glutamina que a proteína do ovo e arginina (ajudando na dilatação e relaxamento dos vasos sanguíneos), o que ajuda na regulação da pressão sanquínea do corpo.

Outra opção é a proteína isolada da batata. Com baixa resposta insulínica, ela não gera picos glicêmicos no sangue, além de ter alto valor biológico e de fácil digestão. A proteína da batata é muito bem tolerada e possui uma fonte equilibrada de aminoácidos, uma elevada concentração de leucina, o que otimiza os resultados de ganho de massa muscular.

A proteína do arroz é mais uma alternativa. Apesar de ser um cereal de baixo índice protéico, com as técnicas de processamento atuais é possível concentrar suas proteínas em até 90%. Em testes comparativos, apesar da quantidade de leucina no arroz ser 40% menor que a proteína do soro do leite, os indivíduos que foram suplementados pela proteína vegetal não apresentaram diferenças significativas em relação à massa muscular e performance.

Sempre importante saber que o mercado pode apresentar alguma alternativa que melhor se adeque às suas necessidades e características, lembrando que seu nutricionista é quem melhor pode te indicar como proceder com sua alimentação para atingir os resultados desejados.





Deixe um comentário

Encontre um consultório perto de você e agende agora mesmo uma consulta

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter com novidades sobre nutrição!