Loading...
Suplementação de Caseína
16jul

Suplementação de Caseína

A caseína é um dos nutrientes que representa a fração protéica do leite. Esta proteína está contida tanto no leite bovino, como humano e de outros mamíferos, com pequenas alterações em sua estrutura química. No leite, esta proteína é a mais abundante, e essa supremacia fica ainda mais evidente em queijos, isso porque na extração do soro do leite para se fazer queijos, ela não se perde junto com o soro como acontece com o whey por exemplo.A utilização da caseína como suplemento vem aumentando muito com os anos, e se usada de forma inteligente pode ter muitos benefícios, por exemplo:

Massa muscular: Aumentar a carga protéica da dieta é uma das maneiras mais eficientes de aumentar a massa muscular e conseqüentemente o metabolismo.

Saciedade: A proteína é o nutriente que promove mais saciedade por caloria, por tanto o consumo de caseína de manter mais saciado permitindo que se mantenha sem desvios no plano alimentar.

Suporte energético-proteico durante o sono: Quando dormimos, evidentemente ficamos muitas horas em jejum,  o que pode gerar perda de massa muscular. Como a caseína tem uma absorção e metabolização lenta, ela mantém o aporte protéico durante o sono, se consumida na última refeição

Proteção da massa magra:  Em um estudo recente comparando o whey e a caseína, observou-se que o primeiro tem maior capacidade de estimular a hipertrofia por sinalização celular, entretanto a caseína tem uma capacidade maior de evitar a degradação do tecido protéico já construído posteriormente, o que sugere que a combinação de ambos é bem interessante.

A dose recomendada pode variar dependendo do indivíduo que está sendo avaliado, pois está relacionada a quantidade total de proteínas prescrita no plano alimentar deste, os estudos trabalham com a dose de 30 a 50g de pó uma ou duas vezes ao dia para captar seus benefícios.

A caseína apesar de benéfica em alguns casos, em outros pode piorar processos inflamatórios, isso por ter uma característica alergênica para alguns indivíduos, a famosa alergia à proteína do leite.

Indivíduos portadores de doenças crônicas relacionadas a respiração como rinite, sinusite, asma e etc. devem contar com a orientação de um médico para o consumo deste suplemento, ou por qualquer um que sinta qualquer desconforto.

Ela também em algumas pessoas pode desencadear um processo de distensão abdominal e mal funcionamento do intestino, por isso todo plano alimentar deve ser individualizado e acompanhado por um profissional capacitado para que se obtenha resultados consistentes e saudáveis.





Deixe um comentário

Encontre um consultório perto de você e agende agora mesmo uma consulta

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter com novidades sobre nutrição!